Homenagem ao dia do Artesão na Câmara dos Vereadores SP
20/03/2016
RESPOSTA SUTACO AO ARTIGO DA VEJA SÃO PAULO
23/06/2016

Coletivo 1Elo Grupo de Trabalho (GTs)

Grupo de Trabalho do Artesanato

O objetivo central dos grupos de trabalho, conhecidos popularmente como ‘GTs’, é o de possibilitar o intercâmbio, a troca e a interação de conhecimentos, aprendizados e informações sobre um determinado assunto que seja do interesse de todos os seus participantes.

Debater e criar soluções para problemáticas neste sentido também fazem parte das metas dos grupos de trabalho, uma vez que eles possibilitam o encontro de um grande número de indivíduos que tem interesse em temáticas similares.

No que se refere à construção do Artesanato Paulistano, por exemplo, um grupo de trabalho está, aos poucos, sendo desenvolvido. E o motivo é simples: possibilitar a interação de indivíduos que se interessam pela mesma temática, que trabalham na área, que querem debater questões sobre o assunto, e é claro, que querem saber lidar com as principais dificuldades e desafios desta área do mercado de trabalho.

De modo geral, o grupo de trabalho para o Artesanato Paulistano será composto por diferentes temas, o que permite que cada indivíduo possa fazer parte daqueles que mais refletem em seus objetivos. Alguns deles serão:

• Grupo de caracterização e identificação – neste primeiro grupo de trabalho os participantes poderão conhecer um pouco mais sobre o trabalho de artesão. Além disso, é aqui que ele conhecerá sua concorrência, seus principais materiais de apoio e demais regras sobre o trabalho de artesanato no Brasil;

• Grupo de gestão e de governança – aqui os profissionais poderão se reunir para promover à identificação, a divulgação, a análise e a própria sugestão de melhores práticas para a atuação do artesanato em toda a extensão do território brasileiro.

Neste sentido, novos modelos de administração, estrutura, organização e até mesmo de sustentabilidade poderão ser discutidos, a fim de incorporar melhores práticas para o artesanato no Brasil.

• Avaliação e acompanhamento de resultados – já essa equipe do grupo de trabalho será a grande responsável pelo acompanhamento e pela própria autoavaliação de como anda o mercado artesanato paulistano. Esse grupo é de grande importância para que a equipe venha a ter a consciência dos resultados que estão sendo proporcionados a cada prática realizada.

• Inovação e tecnologia – Quem pensa que o mercado de Artesanato Paulistano já não precisa de métodos de inovação para garantir o seu crescimento está muito enganado. Novos materiais, novas práticas sustentáveis e até mesmo novos métodos de vendas são incorporados a todo o momento. Neste sentido, entre os grupos de trabalho há um exclusivamente voltado para iniciativas na área de tecnologia e inovação, o que faz com que o desenvolvimento do Artesanato Paulistano esteja em constante avanço.

E agora que você já conhece um pouco sobre o mercado de Artesanato Paulistano e os seus principais objetivos, o que ainda está esperando para integrar o grupo de trabalho do mesmo?

Pois é: se você também tem interesse no mercado paulistano de artesanato – seja para trabalhar conosco, para se tornar um parceiro ou simplesmente para conhecer as nossas iniciativas – fazer parte do nosso grupo de trabalho desde os primórdios pode ser uma ótima forma de conseguir se inserir neste contexto.

www.redealianca.com.br/blog

Post. Ricardo Lima

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *